Você está aqui
Home > Beleza > Pílulas de colágeno

Pílulas de colágeno

Fallback Image

Atenção elas podem não fazer o bem que prometem!

pilula de colageno“Todo mundo espera da pílula de colágeno um milagre”, afirma o cirurgião plástico Maurício de Maio, especialista em técnicas minimamente invasivas. Ele explica que essas substâncias são quebradas pelo suco gástrico e se desfazem de sua forma original. “Por isso, não espere que o colágeno que você tomou vá para sua pele.”

Seu mundinho – pra dizer o mínimo – caiu depois dessa afirmação? Veja pelo lado positivo: unhas fracas e quebradiças e cabelos sem brilho também são beneficiados pela absorção do colágeno pelo organismo.

O Dr. Maurício explicou que apenas os peelings químicos, laseres e cremes com vitamina A têm eficácia real no estímulo da produção de colágeno para a pele. Qual o propósito da pílula, então?

“A pílula pode ser vista como suplemento alimentar, da mesma forma que a gelatina. Mas não ser veiculada como repositora de colágeno na pele”, ele diz.

A dermatologista Erica Monteiro faz coro: “Concordo totalmente com o Maurício, pois o colágeno é uma molécula “enorme” e não é absorvida pelo intestino (não atravessa a parede intestinal) antes de ser fragmentada em partículas menores. Assim como o Maurício, recomendo os laseres, peelings e os retinoides (produtos com ação semelhante a da vitamina A para estimular o colágeno), acrescento apenas a dieta saudável que deve conter proteínas e aminoácidos essenciais para fornecer os aminoácidos indispensáveis para fabricar as proteínas do nosso corpo, como as membranas das células, as organelas e a própria fabricação de colágeno. Alguns comprimidos contêm antioxidantes potentes que podem proteger o nosso colágeno dos efeitos danosos dos radicais livres que são gerados pelas agressões do meio ambiente, como sol, tabagismo, estresse, poluição… Mas são sempre coadjuvantes.”

Dito isso, estamos todas, a essa altura, nos perguntando de onde surgiu essa crença nas pílulas de colágeno. “Resultam da crença de que a pele necessita de colágeno novo para ficar mais jovem e manter a elasticidade, mas o colágeno é degradado pelas enzimas digestivas e se tornam aminoácidos que não necessariamente terminarão na pele. Portanto, é um mito.” esclarece o cirurgião. E completa dizendo que “os tratamentos descritos anteriormente são os que provaram ter alguma ação sobre o colágeno na pele. A reposição hormonal com estrógenos também demonstrou atuar beneficamente na manutenção da qualidade do colágeno da pele, mas não promovem sua produção.”

[Ig]

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: