Dúvidas sobre cesárea | Melhor Amiga

 
 

Confiança acima de tudo

 


Dúvidas sobre cesárea

Postado em 30 de outubro de 2009 por sagostinho em Gravidez e Bebê

cesarianaO Gravidez Absoluta entrevistou o Dr. Marco Antônio Capel, pediatra da Maternidade Santa Joana e da Maternidade Pro Matre sobre as principais dúvidas recebidas pelo portal sobre o parto cesáreo.

Gravidez Absoluta – Em que casos uma cesárea é recomendada?

Dr. Capel – Existem indicações absolutas e relativas. Dentre as absolutas, as principais são: distócia funcional (falta de progressão do trabalho de parto), desproporção céfalo pélvica (bebê maior que a bacia), sofrimento fetal agudo, hemorragias no terceiro trimestre, apresentações anômalas do feto, pacientes portadoras de HIV, prolapso de cordão e eclâmpsia. Nas relativas, destacam-se cesáreas anteriores, determinadas gestações gemelares, hipertensão arterial materna, amniorrexe prematura (rotura prematura da bolsa das águas). Além disso, muito tem se discutido a respeito da opção da gestante pela via de parto, mesmo nos países onde os níveis de cesariana são baixos.

Gravidez Absoluta - Quais são os benefícios do parto normal sobre a cesárea?

Dr. Capel – O parto normal é o fisiológico, onde o tempo de recuperação é menor, com poucas chances de complicações intra e pós operatórias. Comparado com a cesariana, a possibilidade de haver desconforto respiratório adaptativo do recém nascido é menor no parto normal. Sem esquecer que a apojadura (“descida” do leite) acontece mais precocemente, elevando os índices de sucesso no aleitamento materno.

Gravidez Absoluta – Quais são os procedimentos necessários para se fazer a cesárea?

Dr. Capel - Se possível, recomenda-se jejum de 8 horas e sondagem vesical prévia ao procedimento. Atualmente não se faz tricotomia (depilação) antes da internação, o que diminui as chances de infecção no sítio cirúrgico. Recomenda-se evitar o uso de cremes e óleos hidratantes, o uso de metais (piercings, colares, brincos ou anéis) e esmaltes escuros ou que contenham partículas de metal. É recomendável evitar lentes de contato e os cabelos devem estar secos.

Gravidez Absoluta - Quais são e como funciona cada tipo de anestesia?

Dr. Capel – Atualmente a mais indicada e a mais utilizada é a raquianestesia que consiste em uma punção com agulha apropriada, no canal medular, na altura da coluna lombar.

Excepcionalmente se faz a peridural, praticamente restrita aos casos de obesidade mórbida e hipertensão arterial, e cuja técnica difere da raquianestesia pelo tipo de agulha, nível de introdução da mesma, quantidade e tipo de anestésico injetado. Em ambas, a paciente praticamente não tem sensibilidade dolorosa abaixo do meio do tórax, porém na peridural, a sensibilidade tátil é mantida.

Nos casos de trauma, hemorragias e hipertensão arterial severa, deformidades anatômicas na coluna, determinadas doenças cardíacas ou pulmonares maternas, e ainda na necessidade da retirada rápida do feto, utiliza-se a anestesia geral inalatória e endovenosa onde é necessária a intubação e ventilação assistida.

Gravidez Absoluta – Como é a recuperação da mulher após a cesariana?

Dr. Capel – Atualmente é muito boa, praticamente sem dor, porém depende do porque ela fez a cesárea. Pode haver retenção de urina, um certo grau de prurido (coceira) no tronco e face, e também náuseas quando se utiliza morfina, porém estes são efeitos colaterais eventuais e de fácil manejo pela equipe médica. A maternidade deve possuir uma sala de recuperação bem equipada e com pessoal treinado para eventuais intercorrências, onde a paciente ficará sob observação por um período aproximado de duas horas. Mesmo assim, deve-se ressaltar que a recuperação pós parto normal é, de forma geral, melhor que a cesariana.

Gravidez Absoluta – É verdade que uma mulher que teve o primeiro filho por cesárea, só poderá ter o segundo do mesmo modo? Por que?

Dr. Capel - Quando uma paciente é submetida à cesariana, o local da incisão no útero fica mais frágil e pode se romper em um parto normal subseqüente, principalmente quando este acontece antes de um ano de intervalo, ou quando o trabalho de parto é prolongado. Cabe ao obstetra, através do acompanhamento criterioso, avaliar esta possibilidade que pode ser maior ou menor a depender de cada caso.

Gravidez Absoluta – Existe uma data limite para o bebê encaixar e evitar que a mãe, que quer parto normal, sinta as dores do parto e seja obrigada a fazer cesárea?

Dr. Capel - A acomodação do bebê pode ocorrer a qualquer momento, muitas vezes só após o trabalho de parto franco. Não infreqüente, isso só após a anestesia instalada. O fato de não haver acomodação antes do início do trabalho de parto não significa que ela não irá acontecer. Cabe ressaltar que as dores de parto não dependem apenas do posicionamento do feto.

[Gravidez absoluta]


  • Pingback: Melhor Amiga

  • Josiane Guedes

    Coceiras na Cesariana tem ulgun significado?