Coceira íntima: entenda os motivos | Melhor Amiga

 
 

Confiança acima de tudo

 


Coceira íntima: entenda os motivos

Postado em 21 de novembro de 2009 por sagostinho em Saúde

coceiraTodas as mulheres já apresentaram em algum momento episódios de coceira na região vaginal, tanto na região interna quanto externa. Inclusive muitas se perguntam se foi transmissão sexual ou foi por outro motivo. Vamos então esclarecer tudo.

Inicialmente vamos falar da coceira vaginal somente na região externa. Esse é um sintoma bastante característico de um processo alérgico. O uso constante de calcinha de lycra, sabonete íntimo, asseio com substâncias abrasivas como vinagre e outras, podem desencadear o prurido (coceira) associado à vermelhidão e irritação da região.

Nestes casos, recomenda-se o abandono das calcinhas de lycra, retirada da substância que esteja sendo usada para asseio e o uso de sabonete neutro. É importante lembrar que o uso de calças jeans o dia inteiro também favorece esse sintoma. Marcante da mulher moderna é passar o dia inteiro de calça no trabalho, isso favorece bastante o surgimento de alergias na região genital.

Há também a coceira vaginal interna, que já não ocorre por motivos alérgicos. A principal doença associada a isso é a candidíase, que você já deve ter ouvido falar. Nesse caso, a coceira é intensa e pode ser interna e externa, associado a ardor, dor ao urinar, inchaço, vermelhidão, dor na relação sexual e um corrimento branco, sem cheiro, semelhante à nata de leite ou queijo cottage. Pode piorar antes da menstruação.

E como se origina? A candidíase é causada pelo fungo Candida albicans que pode se proliferar na vagina por um desequilíbrio do ambiente, normalmente ocasionado por alguns comportamentos comuns como: deixar a calcinha secar no banheiro e não em local arejado, asseio vaginal incorreto, talco, sabonete íntimo, passar o dia inteiro com a mesma roupa.

Existe também a coceira vaginal interna que está relacionada a uma doença sexualmente transmissível, é a tricomoníase. Associa-se a um corrimento esverdeado, abundante e mal cheiroso. Pode apresentar também dor durante a relação sexual. Importante procurar o seu médico para o tratamento tanto seu quanto do parceiro. Caso seja tratada só a mulher, os sintomas aparecerão novamente.

Entendido?!

annaPor Anna Luyza Aguiar

Doutoranda do 6º ano de medicina e socorrista pelo Salve cursos. Escreve matérias sobre saúde, especialmente saúde da mulher e primeiros socorros. Possui uma página pessoal onde escreve sobre o assunto.

Site: www.medinforme.com
E-mail: medinforme@gmail.com

[Dicas de mulher]


  • Pingback: Melhor Amiga

  • Giulia

    Anna Luyza Aguiar está de parabéns! Adorei o post, me informou bastante! O site é ótimo, Muito completo :)

  • Nivania

    quero saber que tipo de coceira e essa que estou na minha partes intima que cosa muito e arde almesmo tempo no meu 6 mes de gravides e apresenta como uma firidinhas?

  • Ana

    Não acho resposta para o problema que estou. Uma coceira bem na parte de baixo da vagina, não tem corrimento, não arde e foi do nada.
    Pensei que podia ser por causa da menstruação que só ameaça a vir e nada … Mas as dicas foram ótimas.

  • Beatriz

    Obrigada!!! estou com estes sintomas, coseira externa e na parte de trás do joelho e tornozelo, uso calcinha d lycra e calça jeans direto, tudo haver. Queria saber além de banir a calcinha de lycra e o jeans diaro tem algum creme para curar as feridas ocasionada pela coseira?!