Você está aqui
Home > Atividade Fisica > Acabe com a prisão de ventre

Acabe com a prisão de ventre

Fallback Image

Como qualquer coisa que acontece no nosso organismo, a prisão de ventre não é um desconforto isolado. Além da barriguinha estufada e do mau humor (já que enfezada quer mesmo dizer cheia de fezes), o intestino preso também é responsável por outros problemas, que afetam não só a sua beleza como o seu estado de espírito e a sua saúde. “Pode não parecer, mas o intestino é um órgão nobre. Pesquisas recentes demonstram que 90% da serotonina (aquela substância responsável pelo bem-estar) produzida por nosso organismo vem do intestino e 80% das nossas defesas imunológicas, também”, explica Tiago Almeida, médico especialista em colonterapia.

A maior parte das consequências da falta de funcionamento do intestino está ligada às toxinas que não são eliminadas devidamente e, portanto, permanecem no nosso organismo. O resultado pode ser inchaço, gases, enxaqueca, espinhas, alergia, celulite, fadiga e depressão.

Como combater

Para melhorar o hábito intestinal você precisa atacar o problema em quatro frentes:

• Alimentação: Coma pelos menos três porções por dia de folhas, três de legumes e três de frutas. Algumas frutas concentram substâncias que ajudam o seu intestino a funcionar melhor, como papaia, ameixa, abacaxi, maracujá e laranja. Substitua o pão branco pelo integral e consuma um iogurte (com lactobacilos) por dia. Para deixar que as fibras façam o seu papel de limpar o organismo, beba, no mínimo, 2 litros de água por dia.

• Exercício físico: a prisão de ventre é um motivo mais que justo para você começar a malhar, pois ajuda nos movimentos peristálticos. Meia hora por dia já é suficiente, e o abdominal é uma boa opção porque fortalece a musculatura do ventre, importante na expulsão das fezes.

• Distância dos laxantes: Aqui entramos em um ponto delicado. Você deve ter o cuidado de só se medicar para a prisão de ventre com a recomendação do seu médico. Embora alguns tipos de laxante, como os de fibras solúveis, por exemplo, não causem danos ao organismo, outros (mesmo os naturais à base de cáscara-sagrada e ruibarbo) podem fazer mais mal do que bem. Há o risco de irritar o intestino, destruir a sua flora, viciar seu organismo e, com o tempo, até perder o efeito. “Se hoje você toma um, daqui uns meses vai precisar de quatro comprimidos para ter o mesmo resultado”, explica Frederico.

• Prontidão para atender ao seu intestino: por último, e talvez o item mais difícil de ser incorporado à rotina, é a mudança dos hábitos diários. Será preciso tentar atender prontamente aos chamados do seu intestino, esteja onde estiver. Se ele até já parou de chamar, passe a ir ao banheiro, mesmo sem vontade, após as refeições. É que nesse momento acontece o que os médicos chamam de refluxo gastrocólico, uma movimentação em todo aparelho digestivo, capaz de despertar a vontade até nos intestinos mais preguiçosos. Sente, relaxe e aguarde. Não foi dessa vez, repita a tentativa após a refeição seguinte. Essa técnica só não deve ser usada por quem tem hemorroida, porque pode agravar o quadro. Tente, insista, você vai colocar a sua barriguinha em ordem, seu organismo vai funcionar melhor, você vai ficar mais bonita e muito mais feliz. Encare esse desafio!

A gente dá uma força

Massagens e posturas ensinadas por especialistas podem ajudá-la a sair do banheiro com sensação de missão cumprida

• A posição de cócoras estimula o intestino e o ajuda a funcionar melhor. No vaso, mantenha o tronco curvado para a frente.

• Se estiver em casa, use um banquinho, de cerca de 30 centímetros para apoiar os pés. Dessa forma, as fezes tendem a sair naturalmente.

• Sentada no vaso, faça uma massagem abdominal, em grandes círculos, no sentido horário, para estimular os movimentos peristálticos.

• Se você não gosta de se sentar nos vasos de banheiros públicos, use um papel para forrar o assento. Lencinhos higiênicos umedecidos fazem uma boa higienização, e podem ajudá-la a se sentir mais segura de usar o banheiro na hora do expediente.

• Faça 5 minutos de compressa com bolsa de água gelada, seguida por 5 minutos de bolsa de água quente no ventre. Em seguida, massageie no sentido horário. Repita quatro vezes. “O frio contrai, o calor relaxa. Essas compressas mais a massagem estimulam a contração e a descontração do intestino e iniciam um movimento peristáltico”, explica Alex.

[Boa Forma]

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: