Aprenda fazer uma massagem sensual | Melhor Amiga

 
 

Confiança acima de tudo

 


Aprenda fazer uma massagem sensual

Postado em 9 de maio de 2010 por magostinho em Sexo

Meia-luz, música suave, sussurros e alguns apetrechos. Além de estimular seu parceiro com preliminares e posições novas, nada mais excitante – e relaxante – do que uma boa massagem sensual. Ideal para criar um vínculo maior entre o casal e despertar a libido, a atividade pode também ajudar os parceiros a conhecerem melhor as partes mais sensíveis e erógenas um do outro.

As mãos são um ótimo instrumento de massagem, mas quando o objetivo é excitar, pode-se usar a imaginação e alguns recursos, como óleos, vibradores, pinturas comestíveis e lenços de seda. A sexóloga, palestrante e autora do livro “Massagem Sensual para Casais Enamorados”, Carmen Janssen, explica que a massagem sensual envolve todos os sentidos (tato, olfato, audição, paladar e visão). “Esta é uma excelente maneira de os dois falarem sobre suas preferências e mostrarem, por meio dos toques, da linguagem corporal e verbal, como gostam de ser tocados. A massagem ajuda a superar tabus, aumenta a afinidade e melhorar a qualidade da vida sexual”, diz.

Carmem conta ainda que os toques estimulam o erotismo e a afetividade, tanto de quem a faz como daquele que a recebe. “Entretanto, para atingir bons resultados, a mulher deve ter autoconhecimento. Senão ela vai fazer a massagem só pensando em agradar o parceiro. Precisa ter autoestima e se sentir sensual para que possa transmitir carinho e sensualidade, uma vez que o objetivo da massagem sensual é provocar excitação”, declara

As dicas para uma boa massagem são encontradas no antigo e famoso livro Kamasutra. A “bíblia do sexo” explica que, para o homem se tornar um bom amante, deve utilizar incensos, loções perfumadas e óleos aromáticos. E o mais importante: não ter pressa. “A antiga escritura já considerava, naquela época, a necessidade de a mulher ter mais tempo para se excitar”, conta Carmen.

O ambiente ideal deve ser aconchegante, meia-luz, sem barulho e de temperatura agradável. “Recomendo o uso de uma pluma para alternar os estímulos eróticos. A sensação é maravilhosa. Como nem todas as pessoas apreciam óleo no corpo, opte pelos géis específicos”, afirma.

A prática da massagem não precisa terminar sempre em penetração. O casal pode aproveitar o momento para aprender a se explorar e se excitar, desfrutando das sensações que cada sentido pode proporcionar. Esse ato certamente vai contribuir para ampliar o repertório sexual e enriquecer a experiência erótica de prazer. “Alguns homens, às vezes, não tomam iniciativa de fazer a massagem ou por preguiça ou por acharem que para massagear é preciso ser um ‘expert”, o que não é verdade. Para fazer uma massagem, basta ter vontade e estar motivado, pois carinho e carícias não devem depender de técnicas.

Existem muitas maneiras de massagear, o que permite ao casal deixar a imaginação fluir livremente, aumentando o repertório erótico. A mulher, por exemplo, precisa ter a sensibilidade para perceber os toques que o homem aprecia, tentando sempre alternar o “amassamento” com toques ora mais intensos, ora mais leves. “Ela também deve perguntar se ele está gostando, se prefere de um jeito ou de outro. Alguns pontos como os pés e costas podem receber toques mais intensos para estimular o relaxamento”, explica Carmen.

Já nos órgãos genitais, principalmente no escroto, é preciso acariciar bem de leve, pois essa região é muito sensível. “Além das mãos, use também a boca, os cabelos e partes do corpo para massageá-lo. E alguns homens adoram ser massageados com os pés”, diz.

O homem pode começar a massagem com beijos sensuais por todo o corpo da mulher. Para estimular a afetividade, a sexóloga sugere que o parceiro inicie com ela de frente para ele, pois a mulher precisa se sentir amada para se entregar. “O homem pode acariciar levemente os seios e ir descendo pelo corpo. Os pés e as costas também merecem atenção. Depois de toques mais intensos, use uma pluma para acariciá-la. Isso é extremamente relaxante e em alguns pontos pode ser muito excitante para ela, principalmente na vulva”, lembra a sexóloga.

Agora que você sabe um pouco mais sobre massagem sensual, prepare o ambiente, reúna os apetrechos e curta bastante. Quando a massagem envolve afeto, a relação como um todo pode melhorar muito. “Ela é capaz de aproximar o casal, que passa a conhecer melhor as necessidades eróticas um do outro durante o sexo”, finaliza Carmen.

[Vila mulher]