Quarto do Casal – dicas de decoração e Feng Shui | Melhor Amiga

 
 

Confiança acima de tudo

 


Quarto do Casal – dicas de decoração e Feng Shui

Postado em 7 de junho de 2010 por sagostinho em Casa

O tempo que a gente passa dormindo é, de longe, o que mais consome minutos preciosos da nossa vida: são quase 24 anos de sono. Ou seja, passamos a maior parte do tempo dentro do nosso quarto. Quando somos adolescentes ele é um reduto intocável, que não permite a presença de estranhos no ninho.

Mais tarde é hora de dividir o cantinho com o namorado ou marido, momento um pouco conturbado quando os dois escolhem a decoração, as cores das paredes, os armários e, claro, a cama.

Cada um tem seus gostos, sua bagagem, seja ela física ou cultural. Para entrar em um consenso, às vezes é preciso ceder. E para que a harmonia permaneça, “até que a morte os separe”, dentro do cômodo mais importante da casa, é importante pensar também nos princípios do Feng Shui.

Em relação às cores Marcelo Gomes, radiestesista membro da Abrad (Associação Brasileira de Radiestesia e Radiônica) e especialista em Feng Shui, afirma que não existe uma preferência, pois cada uma tem o seu valor vibracional. “Entretanto as mais suaves e em tons claros, como verde, azul, amarelo ou lilás, criam um clima de paz e serenidade para um bom repouso. Importante é mesclá-las com tons mais vivos em pouca quantidade, entre eles, vermelho, laranja e amarelo, uma forma de contribuir para as relações afetivas do casal. O teto deve ser pintado com branco neve, evite o tom em gelo”.

A arquiteta Ana Paula Naffah Perez, diretora de projetos da C+A Arquitetura e Interiores, também acredita que a cor branca em todas as paredes não é uma boa ideia. “Prefira as cores neutras ou pastéis. Para ter um quarto aconchegante, opte pelos off-white, verde erva-doce, areia e rosa claro. Vermelho, amarelo e laranja são ótimos para estimular a sexualidade, mas devem ser usados apenas em detalhes”, recomenda. Afinal, cor é energia, e a falta dela nos lembra falta de vigor e monotonia, o que pode acontecer facilmente na rotina a dois.

Ainda sobre as cores também é necessário pensar na iluminação, sempre suave e agradável. “Uma luminária no teto é prática e indispensável, porém, como a posição mais usual no quarto é deitado, devemos ver como se comportam as lâmpadas nesta luminária para não causar ofuscamento”, lembra Perez. A arquiteta dá uma boa dica em relação aos interruptores. Eles devem ser fáceis de operar e estar ao alcance das mãos, mesmo quando o casal já está deitado.

O próximo passo é a escolha da cama, a maior peça do ambiente. Se possível, ela não deve estar debaixo da janela, mas no centro do quarto ficando o casal com os pés voltados para a porta. “Todos sonhamos com uma cama king size, mas ela não é a melhor opção sempre, pois pode ocupar o quarto todo. Por isso, a cama é a primeira peça da mobília a ser escolhida e é em torno dela que vamos dispor as peças restantes. É preciso assegurar que exista espaço de circulação adequado em torno da cama, em todos os sentidos. A cama também não pode obstruir a abertura de portas ou gavetas. Um truque para os quartos pequenos é usar camas e cabeceiras baixas”, recomenda a arquiteta. Segundo os princípios do Feng Shui, uma cama muito grande para o tamanho do quarto é responsável pela sensação de espaço saturado e pouca circulação.

Mas quem conseguir um espaço maior pode abusar das camas e cabeceiras mais altas. “Às vezes nem todas as camas necessitam de uma cabeceira, podemos utilizar a parede como cabeceira ou então optar por um modelo em couro, acolchoado ou forrado em tecido, para que possa ser facilmente alterado”, destaca a arquiteta Ana Carolina M. Tabach.

Marcelo indica colocar a cabeceira preferencialmente para o leste ou norte, sem materiais metálicos ou pontiagudos. “Evite colocar a cama próxima aos cantos formados por ângulos retos dos armários, dando a impressão de flechas em direção a cama”, aconselha o radiestesista. Móveis mais arredondados devem estar na lista de preferências.

O mesmo vale para a roupa de cama, melhor que os desenhos não tenham formas pontiagudas, mas sim imagens da natureza e abstratas. Ela pode ser usada com um complemento para ativar ou introduzir as cores mais quentes, caso as paredes estejam com cores suaves.

Como tudo mora no detalhe, aproveite para caprichar na escolha dos lençóis. “Além dos habituais jogos de algodão ou flanela, invista em lençóis de seda ou de linho egípcio para noites especialmente românticas. Um bom edredom é essencial, assim como uma capa reversível, que permite ‘vestir a cama’ conforme o estado de espírito do casal”, diz Ana Carolina. Também invista em almofadas alegres e confortáveis. Tenha uma mantinha para os pés, principalmente agora em dias mais frios.

Enquanto a importância da cama é revelada em termos estéticos e de espaço, a do colchão vai determinar noites de descanso ou de insônia e sono interrompido. “O colchão do quarto de casal terá sobre ele o peso de duas pessoas, durante muitas noites. Por isso mesmo, é preciso investir na compra de um bom colchão. As lojas especializadas orientam muito bem o cliente sobre os aspectos que devem ser considerados antes da aquisição do colchão”, recomenda Perez.

Já os armários embutidos ganham pontos em termos de aproveitamento de espaço, organização e funcionalidade. Os móveis de gaveta mais apropriados para o quarto de casal são as cômodas (baixas e largas) e os camiseiros (altos e estreitos). “Um baú aos pés da cama ou puff é outra peça a se considerar, se houver espaço ou em substituição aos móveis mais clássicos. Para quartos menores, um cabideiro de pé ou cabide de parede ocupa pouco espaço e acomoda apropriadamente as roupas usadas durante o dia”, explica Perez. Por falar em móveis adicionais, nos cômodos maiores também é o caso de se pensar em um pequeno sofá, uma elegante chaise longue ou um banco de janela. “Sempre são um convite para uma boa conversa, no final do dia, com os filhos e, eventualmente, com visitantes”, diz Ana Paula.

Além de uma poltrona, o casal também não pode se esquecer de detalhes caraterísticos dos dois, isso pode estar em um papel de parede, em obras de arte, ou mesmo em fotografias artísticas e familiares. Ana Paula ainda indica aproveitar o espaço com uma partreleira charmosa para livros e objetos, ou quem sabe um espelho. “Além de ser uma peça de decoração, ainda dá a impressão de que o quarto é maior”, comenta a arquiteta. Os ovalados colocados em um nível superior da cama são os mais indicados pelo Feng Shui.

Romantismo no ar

Não há amor que aguente um quarto todo bagunçado. Quando possível mantenha a cama arrumada, e coloque velas, além de caixinhas bacanas para guardar relógios, jóias e bijouterias. Cuidar da arrumação, da limpeza, da ventilação, da decoração e da iluminação é primordial para que o quarto tenha uma energia agradável, seja aconchegante, convidativo e íntimo. “Se conseguirem resistir à tentação, não coloquem uma televisão no quarto. É possível optar apenas por um sistema de som para ouvir uma música tranquila antes de dormir”, aconselha Perez. Mesmo porque, conforme o especilista em Feng Shui, aparelhos eletrônicos, princpalmente celulares e telefones sem fio muito próximo da cabeceira promovem radiações responsáveis pelo desconforto na hora do sono.

“Para manter a sexualidade do casal ativa no dormitório recomenda-se a utilização de objetos em pares, sendo que as cores rosa, vermelho e laranja, são ativadoras. Cristais também podem ser utilizados, sempre em pares. O mais recomendado e o quartzo rosa”, indica Gomes. Também use incensos e aromas, o radiestesista diz que eles são ótimos para melhorar o clima caso ele não esteja muito favorável. “Manjericão e muito indicado como afrodisíaco”. Depois de tanto aconchego sem dúvida as noites a dois serão mais amorosas e renovadoras para o relacionamento.

[Vila mulher]


  • Pingback: Melhor Amiga

  • sonia

    Oi.Se possivel, gostaria de me informar sobre a melhor posição para minha cama de casal. Tenho 2 portas no quarto, uma no norte e outra em frente, ao sul.Não tem janela. A porta do norte dá para uma varanda de frente ao mar. A do sul dá pra copa – cozinha.
    Obrigada pela atenção.
    Sonia

  • Pingback: Decoração de quarto de casal: Como Decorar | Decoração e Design