Você está aqui
Home > Nutrição > Enlatados são mais saudáveis que alguns alimentos fervidos em casa

Enlatados são mais saudáveis que alguns alimentos fervidos em casa

Fallback Image

Quem nunca ouviu dizer que “enlatado faz mal à saúde”? A afirmação poderia até ser verdadeira, mas no passado, é claro. Atualmente, quem cresceu escutando que enlatados são sinônimos de conservantes vai se surpreender. “Na lata de aço, o alimento não tem muita química, diferentemente do embalado em pet”, revela Maurício Brasil, fundador de uma empresa nacional que fabrica embalagens de aço. Além de Brasil, Maristela Simeão de Paschoa, professora de dietoterapia do Instituto Paula Souza, traz um revelador artigo em que desmistifica que enlatado é prejudicial. O Gastronomia e Negócios repercute o assunto e encontra ainda uma lista de enlatados assustadores que inclui boca de peixe, cobra e até crocodilo.

Para saciar a ansiedade dos mais curiosos, a tal relação bizarra de alimentos enlatados foi encontrada em vários países. Há quem enlate, por exemplo, pupa de bicho-da-seda, escorpiões, tatus, cobras, ovos de formiga e crocodilo. Entre os mais “nojentos” se destacam frango enlatado e peixe cheio de dentes. A maioria destas refeições encontradas em latas vem do oriente, onde estas alimentações são mais comuns.

Curiosidades à parte, no Brasil, os enlatados mais comuns são as massas de tomate, alguns grãos e o leite condensado. “Antigamente, enlatar óleo de soja era tradicional. Inclusive quando não expomos óleos à luz, conseguimos manter suas propriedades benéficas. Hoje, infelizmente não encontramos mais este tipo de produtos e para não perderem certos nutrientes, as indústrias precisam colocar diversos aditivos neste produto”, comenta Maurício Brasil. O que o consumidor ainda não sabe – e as indústrias esquecem de avisar – é que na lata de aço o alimento não tem conservantes químicos, o que vai diretamente ao encontro das novas tendências de consumo.

De acordo com Brasil, as latas são fabricadas dentro de altíssimos padrões de tecnologia e qualidade, atendendo a todas as necessidades dos mais exigentes consumidores. “Uma dona-de-casa preocupada com o bem-estar de sua família deve saber, por exemplo, que o atum em lata leva óleo vegetal, sal e é cozido dentro da latinha de aço sem qualquer aditivo”, exemplifica Maristela Simeão de Paschoa.

Prova do efeito do tipo de embalagem no alimento é a atual discussão sobre os males do filme plástico de PVC, que em contato com alimentos gordurosos pode causar câncer e infertilidade. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou estudo recente que revela a presença de substâncias tóxicas acima do índice permitido nos filmes plásticos.

Para quem foi alertado para não comer alimentos em latas, pode ser surpreendente descobrir que a lata é a melhor opção em termos de saúde e segurança. Quem diria que comprar na feira o legume fresco e cozinhá-lo na sua própria casa é menos saudável que sua versão enlatada? “Pois é: a verdade é que o alimento na lata conserva melhor os nutrientes. Se os mesmos legumes forem cozidos no “fogão lá de casa”, esses nutrientes perdem-se na fervura”, destaca Maristela.

Outra pesquisa divulgada recentemente pela Universidade de Cornell, dos Estados Unidos, comprovou que os alimentos em embalagem de aço conservam mais propriedades nutritivas. O aço também é barreira contra a luz e o oxigênio, que destroem ou comprometem a integridade de diversos nutrientes.

Na Europa e EUA, como no Brasil, os consumidores dão preferência a produtos embalados de forma saudável, natural e ambientalmente sustentável. “Não é por coincidência que por lá o consumo de embalagens de aço é de 10 quilos/ano por habitante, contra 4 quilos/ano no Brasil”, lembra Maurício Brasil. Agora então é preciso consciência do consumidor na hora de escolher os produtos nas prateleiras.

Similar Articles

  • Pingback: Melhor Amiga()

  • Jp

    Caramba essa é novidade…

  • vanubia

    olà mesmo sabendo que o produto foi embalado de maneira
     correta,faci necessario fazer um higienização antes de consumi não e.  

Acima
%d blogueiros gostam disto: