Você está aqui
Home > Relacionamento > São Paulo é considerada a capital mundial da infidelidade

São Paulo é considerada a capital mundial da infidelidade

Fallback Image

O site Ohhtel.com, voltado para aqueles que desejam ter relacionamentos extraconjugais, acaba de anunciar o total de 100 mil usuários somente na cidade de São Paulo em apenas 150 dias de operações no Brasil. São Paulo é o local que tem apresentando maior crescimento de inscritos que outras grandes metrópoles onde o site também atua, como Nova York (64 mil), Los Angeles (87 mil) e Buenos Aires (57 mil).

“Já consideramos São Paulo como a capital mundial da infidelidade. E nossas análises comprovam também que os paulistanos são os membros mais ativos no site, com permanência online em torno de 37% do tempo dedicado aos companheiros extraconjugais”, comenta Laís Ranna, vice-presidente de operações do Ohhtel para o Brasil.

Do total de usuários da capital paulista, as mulheres somam um total de 34% e os homens 66% com idade entre 40 anos (para eles) e 33 (para elas). Além disso, a executiva do site acredita que o site tem contribuído para que não haja um aumento do número de divórcio, pois, segundo dados do Ohhtel, os paulistanos e paulistanas afirmam que 80% deles e 83% delas nunca se divorciaram.

Laís explica ainda que quando as pessoas vivem um casamento sem sexo e sentem falta dessas relações em suas vidas, elas têm algumas escolhas. A primeira é aceitar o celibato e viver uma vida inteira sem prazer. A segunda é o divórcio, que deixa filhos com apenas um dos pais em tempo integral, divide os seus bens construídos a dois e diversos outros conflitos que surgem com o término de um casamento.

De acordo com a executiva, o site foi criado para homens e mulheres que vivem justamente a rotina de um casamento sem intimidade e desejo, mas que também ainda amam o parceiro e não querem se divorciar. “Acreditamos que a falta de satisfação sexual não é razão suficiente para acabar com seu casamento, até porque isso envolve muito mais do que apenas sexo: envolve a família, finanças e, em muitos casos, o amor”, afirma a porta-voz.

Recente pesquisa realizada com os usuários do site em todo o mundo revela ainda que em outras grandes cidades a busca por um parceiro extraconjugal se deve a falta de sexo no relacionamento. No entanto, essa não é uma justificativa dos usuários de São Paulo. Para estes membros, as principais razões pela busca de um parceiro extraconjugal são a falta de romance (para as mulheres) e variedade (para os homens).

E dentre os locais mais utilizados por estes casais para o encontro “secreto” estão o carro e o motel. Entre os homens as preferências são: por motel (63%), carro (15%) ou a casa da parceira (13%). Já as mulheres registraram para as mesmas opões a porcentagem de 59%, 20% e 12% respectivamente, a preferência por cada um desses locais.

 

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: