Saia mullet: mais curta na frente, seu uso exige certos cuidados | Melhor Amiga

 
 

Confiança acima de tudo

 


Saia mullet: mais curta na frente, seu uso exige certos cuidados

Postado em 8 de agosto de 2012 por sagostinho em Moda

E agora o hit da moda é a saia “mullet”. Para quem não sabe, esse era o nome dado para o cabelo usado pela dupla Chitãozinho e Xororó e muitos outros cantores, febre nos anos 80, que consistia em um corte de cabelo assimétrico, curto na parte da frente e comprido atrás, na nuca. O corte de gosto duvidoso chamava-se mullet, o mesmo nome que leva a saia curta na frente e comprida atrás.

Logo que surgiram, as reações a esse tipo de saia não foram muito favoráveis, sendo que alguns editores de moda a criticaram bastante. Mas já no início do outono, elas apareceram em vários modelos, desde os mais longos aos mais curtos, comportadas, ousadas, plissadas, lisas ou estampadas.

“Assumo que de primeira não me apaixonei loucamente pela ideia, mas agora, em fase de franca adaptação, comecei a achar graça em alguns modelos”, explica a stylist Marcia Jorge.

De acordo com ela muitos estilistas brasileiros que apresentaram suas coleções na São Paulo Fashion Week criaram belíssimas versões da tendência tanto para a moda casual, como para a moda festa.

Mas segundo Marcia, para usar as peças que têm a parte da frente bem curtinha, é legal estar com as pernas em dia, bem torneadas e depiladas. Quem quiser criar um estilo rock and roll pode usar com meias trabalhadas e ankle boots. “Também ficam super lindas com camisa, regatinhas e t-shirts”, diz ela.

Estas saias podem ser usadas tanto com salto baixo como com alto, dependendo apenas do estilo de cada uma. “Ficam lindas com rasteirinhas, sapatilhas e até com abotinadas ou sandálias altíssimas”, complementa a profissional.

Marcia adverte que as saias confeccionadas com tecidos leves e sem babados são mais indicadas especialmente por que evitam o efeito visual de aumento de volume dos quadris.

“A assimetria virá ainda em decotes, mangas e barras, quanto menos óbvio mais interessante; quem não se acostuma com a proposta deve ver fotos e formas de se usar essa assimetria por que a moda fica bem mais divertida sem preconceitos!” justifica a stylist.

A stylist oferece serviços de consultoria de imagem e estilo aos seus clientes. Marcia Jorge iniciou sua carreira como booker em agências, quando resolveu, no meio do curso de Publicidade, mergulhar no mundo da moda. Atuou em grandes agências de modelos, entre elas a Taxi Agency, a International Management Group – que cuida da carreira da top Gisele Bündchen; e a L´Equipe Agence. Marcia Jorge é também uma profissional ultrarequisitada para styling de campanhas, catálogos e revistas de moda.