Você está aqui
Home > Nutrição > Leite diariamente não evita osteoporose e ainda pode ser o vilão da sua saúde

Leite diariamente não evita osteoporose e ainda pode ser o vilão da sua saúde

 leite-perigo

Tomar seu leitinho diário não evita osteoporose e pode não ser nada saudável, especialista no assunto nos alerta sobre esse hábito.

Hoje vamos falar sobre o leite, mas calma, não vamos falar sobre intolerâncias ou alergias, assuntos da “moda”, Também não falaremos sobre as diversas contaminações que com frequência são relatadas nos canais de informação. Parece que cada vez mais temos menos leite naquelas caixinhas, não é verdade? Condição essa que se não fosse pelo que eles colocam dentro, (álcool, uréia, cloro, formol) poderia até ser algo bom…

Dr Fábio Cardoso especialista em medicina preventiva e grande estudioso do assunto, nos conta que historicamente, para e raça humana tomar leite é algo recente. Há 10.000 anos atrás, ninguém consumia leite, isto foi um hábito introduzido recentemente, somos a única espécie que consome o leite de outras espécies, e o único entre os mamíferos que mantém o consumo após a primeira infância e o fazemos pela vida toda. Um novo hábito alimentar, que pode não fazer bem e não faz pra maioria de nós.

Ainda segundo o Dr., a natureza é perfeita, o leite de cada espécie é um alimento adequado para a formação de um bebê da mesma espécie. Um bezerro, depois que nasceu dobra de peso em 47 dias, o ser humano dobra de peso em 180 dias, ou seja, somos estruturas muito diferentes, o leite da vaca foi feito para bezerros e não é adequado para seres humanos. Ponto final.

O ser humano também é a única espécie que toma leite enquanto adulto. Você não vê uma vaca tomando leite, a vaca come capim. Esse hábito de dar leite para os gatos é errado, leite faz mal e causa diarreia nos gatos.

Atualmente as vacas que produzem leite vivem 6 anos, antigamente elas viviam 20 anos e nos últimos 50 anos a produção de leite de uma vaca aumentou em 250%. Como pode uma vaca que durava 20 anos produzir 250% a menos de leite que uma vaca que vive 6 anos?

Enquanto uma vaca está ordenhando, ela já está grávida novamente, por meio de inseminação artificial, para não deixar de produzir leite, eles deixam a vaca grávida constantemente. O grande problema é que quando a vaca está prenha ela produz hormônios, dados demonstram que quando a vaca está prenha, no seu leite aumenta o nível de estrona em 33 vezes, um hormônio altamente cancerígeno.

Um estudo de Harvard mostrou que mulheres que tomam 2 ou mais copos de leite por dia, tem um aumento de 66% de risco de desenvolverem câncer no ovário. Outros estudos demonstraram a relação da ingestão de leite comcâncer de próstata, entre vários outros tipos de câncer.

Por isso a vaca leiteira vive 6 anos ao invés de 20. Pois ela vive prenha, para produzir leite, quando não serve mais a matam e colocam outra no lugar.

E tem mais Dr. Fábio ainda alerta que esse peito que tira leite várias vezes por dia, desenvolve uma inflamação, chamada de mastite, para resolver essa inflamação no peito da vaca, os produtores a tratam com antibióticos. Esses antibióticos vão pro leite da vaca, isso com o tempo vai gerando uma super resistência do nosso corpo aos antibióticos, além de produzir a chamado disbiose intestinal, causando um desbalanço bem grave em nossa flora bacteriana intestinal.

Mesmo sem estar prenha, no leite da vaca estão presentes vários outros hormônios, em torno de 59 tipos de hormônios e fatores de crescimento, já que esse leite é feito para um bezerro que precisa dobrar de tamanho em 47 dias. Esses fatores de crescimento são ótimos para bezerros, porém ele causa proliferação das células, e em ambiente propício, causa o câncer.

O fato é que apesar de tudo, as pessoas continuam consumindo leite diariamente. E Por quê isto ocorre? Geralmente a resposta para esta pergunta são duas:

Para repor cálcio;
Para prevenir osteoporose;

E é sobre estas 2 “lendas” faladas e repetidas sobre o porquê de consumir leite – apesar de tanta informação contrária ao uso – que o texto de hoje fala.

A osteoporose, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é considerada como o segundo maior problema de saúde no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. continua..

Top
%d blogueiros gostam disto: