Você está aqui
Home > Relacionamento > Relacionamento Abusivo? 5 formas de identifica-lo!

Relacionamento Abusivo? 5 formas de identifica-lo!

relacionamento abusivo como identificar

Hoje um tema que está muito em pauta – e merecidamente – é a questão do relacionamento abusivo. No entanto, há ainda muito o que se falar a respeito e pouca coisa foi esclarecida, sendo não há ainda informação o suficiente sobre esse tema, que tem destruído tantas vidas.

Muitas pessoas ainda entram em um namoro, chegam até a noivar e se casar com outras que são possíveis abusadores, sejam de uma forma física ou emocional e/ou psicológica. Geralmente isso ocorre quando alguém se aproveita de uma fraqueza, como falta de autoestima e amor próprio, ou até problemas mais graves, de outra pessoa.

O pior de tudo isso é que por conta do parceiro ou parceira ter essa capacidade de manipular a verdade e até mesmo o outro, a pessoa que está sofrendo com os abusos constantes do relacionamento abusivo passa a desacreditar de seu sofrimento e achar que é uma tentativa de auto-sabotagem e é coisa de sua própria cabeça. E quase nunca é!

Por isso, se você acredita que pode estar em um relacionamento abusivo e se sente de alguma forma violada(o), eu fiz essa lista com 5 formas de enxergar isso:

relacionamento abusivo como identificar

Ele(a) faz comentários degradantes

Mexer com a autoestima, autoconfiança e amor próprio de alguém é uma das principais características de um relacionamento abusivo. Como dito antes, a maioria das pessoas acabam se aproveitando de uma situação de vulnerabilidade do outro e vendo que aquela pessoa sofre de carência, de falta de confiança em si mesmo, a vê como uma vítima fácil.

Uma forma muito comum de abalar a pessoa é através de comentários degradantes. Coisas que são ditas e que te colocam para baixo, te ofendem e te deixam ainda mais pior do que antes. Muitas vezes os comentários são feitos de maneira sutil para que o outro não perceba e assim não haja as discussões da relação. Então, esses comentários se infiltram na mente da pessoa abusada como bombas em um campo minado.

Comentários como “você está tão feia que se eu te largar ninguém mais vai te querer” são ainda mais comuns, onde há um abalo maior da pessoa atacada, levando em conta que ela vai se prender a esse relacionamento por acreditar que aquele comentário destrutivo é real. E acredite, não é! Já dizia o velho ditado:

antes só que mal acompanhado!

A pessoa é inconstante emocionalmente, ora carinhosa, ora agressiva

Pessoas com humor inconstante demais costumam ser bastante perigosas, isso é um fato. Além de serem nocivas à nossa saúde emocional, levando em conta que drenam de nós uma energia muito grande para acompanhar e tentar aceitar esse ritmo descontrolado, tem a questão de que você nunca vai saber como ela está em determinado dia – ou hora!

Muitos relacionamentos abusivos tem sido baseados nisso: agressores com grandes variações de humor, ora tratam mal, gritam, xingam e maltratam seus companheiros, em outro momento passam a ser carinhosos, amorosos e gentis, como uma forma de recompensar o que foi feito antes – ou pior, o que virá a seguir.

Se livrar de pessoas que mudam dessa forma constantemente e ainda te faz se sentir culpado por seu comportamento é a melhor coisa que você faz à sua saúde mental e emocional.

relacionamento abusivo como identificar

Mente e te confunde

Uma técnica muito usada no relacionamento abusivo é a mentira como uma forma de manipular não só as ações do outro, mas até mesmo as suas memórias. Há inúmeros casos em que os agressores manipulavam suas vítimas para que elas se passem por loucas.

Por exemplo, em determinado dia o relacionamento chega ao fim. No dia seguinte, seu companheiro aparece em sua casa fingindo que nada aconteceu – e chega a te convencer disso, afirmando que vocês continuam juntos e tudo foi sua imaginação, manipulando sua memória.

Esse é um caso extremo, mas é preciso estar em alerta aos pequenos sinais, pois esse tipo de comportamento onde a pessoa jura não ter agido de determinada maneira quando você sabe que agiu ou jura que você agiu de uma forma que você também sabe que não fez é um presságio para o que vem a seguir – um relacionamento ALTAMENTE destrutivo.

Controlador

Ciumes é um sentimento natural, algumas pessoas sentem, outras não. Isso varia na intensidade, na motivação que é dada e muitos outros fatores. No entanto, quando esse sentimento começa a ficar excessivo chega a ser doentio e uma forte característica de um relacionamento abusivo.

A ideia de que outra pessoa pode te controlar, e assim te limitar de diversas formas, é algo prejudicial, tanto aos seus direitos como uma pessoa livre, quanto para sua saúde emocional que fica abalada, pois na maioria das vezes a outra parte da relação faz com que você se sinta culpada por ser quem você é.

Então fique atento a esses sinais de controle:

  • Quer impedir que você tenha amizades;
  • Quer impedir você de estudar/trabalhar;
  • Quer impedir sua vida social no geral;
  • Quer limitar o que você come, veste, fala e faz;

relacionamento abusivo como identificar

Punição

Uma outra característica muito presente do relacionamento abusivo é usar a punição como uma forma de fazer a outra “aprender”. O diálogo não existe nesse tipo de relação e essas punições sempre te fazem se sentir mal e culpada, mesmo que você não esteja errando de fato e a outra parte é que tenha “pisado na bola” dessa vez.

A punição ainda pode vir por outra motivação, quando, por exemplo, a pessoa não consegue algo de você e quer te fazer se sentir culpado por isso.

Uma das punições mais comuns é parar de falar com você, te privar do acesso a ele e ao diálogo, deixando-te desesperada para resolver a situação, o bloqueio nas redes sociais, não atender o telefone e outras coisas. Além disso, há a privação de intimidade emocional e física, um distanciamento forçado para te fazer se sentir ainda pior e como se estivesse a perdê-lo.

 

É muito importante entender os danos e males que um relacionamento abusivo traz a uma pessoa. É doentio se aproveitar das emoções de alguém, de seus problemas pessoais e internos como uma forma de massa para manipulação.

Entrar em um relacionamento que só promove a sua destruição é como pisar em um campo minado, pode ser que nos primeiros passos as bombas não estourem, mas uma hora elas vão aparecer!

Então, se você se encontra em uma dessas situações ou tantas outras que existem e caracterizam um relacionamento abusivo, tenha força e saia disso, não se esquecendo de buscar ajuda profissional para que não haja danos emocionais graves demais e você possa reestruturar sua vida o mais rápido possível, sem traumas e dores eternas.

Alexia Macêdo
Blogueira no Flores no Outono, tenho 18 anos, estou no terceiro período da faculdade de Ciências Sociais e trabalho como redatora.
http://flornooutono.blogspot.com.br/

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: