Você está aqui
Home > Diversos > Dê show na entrevista de emprego

Dê show na entrevista de emprego

Fallback Image

entrevista-emprego

Revelamos os truques mais usados pelos entrevistadores para desconcertar o candidato a uma vaga de emprego

Segure a ansiedade

Seu telefone toca, e lá vem a boa nova: uma empresa está interessada no seu currículo e deseja marcar uma entrevista. Da euforia ao frio na barriga se passa apenas um segundo. ”Ai, como irei me sair?”, você pensa.

Calma e sinceridade

Independentemente do estilo de entrevista que virá pela frente, atente para um defeito que nenhum selecionador perdoa. É o tal nervosismo. Por mais que o momento seja tenso, precisa ser combatido. ”Não adianta se entregar a angústias e ansiedades. O entrevistador acaba percebendo, e você pode perder uma valiosa oportunidade”, ensina Wilson Mileris, consultor especializado em motivação, de São Paulo.

Outra dica importantíssima diz respeito a falar a verdade. ”Mentira, falta de franqueza e falsidade são um grande erro, porque anulam o principal componente numa relação profissional: confiança”, diz o consultor.

Fracassos positivos

Todo mundo vai para um processo seletivo levando na cabeça o que realizou de melhor na vida profissional. Pois trate, também, de fazer uma listinha mental dos piores tropeções da sua carreira.

”Como os candidatos se preparam para relatar grandes feitos e vitórias, ao perguntar sobre um insucesso, o entrevistador avalia a transparência da pessoa e vê se ela soube usar o erro como fonte de aprendizado”, revela Mileris. Portanto, siga para o encontro com o recrutador ciente de que mesmo as falhas do passado têm lá a sua importância.

Abordagem dos entrevistadores

Silenciosa: Para provocar, o entrevistador recorre ao silêncio. A tendência do candidato? Disparar a falar – o que não deve! – para preencher o vazio. Fique em silêncio por um tempo. Depois, pergunte se o que você disse foi suficiente ou se ele deseja mais detalhes.

Livre: São feitas poucas perguntas. Falar fica mais por conta do entrevistado. Venda uma boa imagem sendo positiva nas suas respostas.

Informal: Várias perguntas são lançadas, sem seguir um traçado definido. O interlocutor usa a tática da simpatia, e os desavisados entram num bate-papo informal, falando demais. Seja bem objetiva – mas sem parecer fria.

Dirigida: Segue um roteiro preestabelecido, com questões do interesse do contratante. Respeite a seqüência e não fuja do assunto.

Pressão: Para testar suas reações e a forma como se defende, o entrevistador diminuirá o valor das suas conquistas. Mantenha a calma! O desprezo por sua história é mera estratégia.

Comportamental:As perguntas serão em relação ao que você já fez de interessante no passado. O foco das suas respostas deve se concentrar em como solucionou cada situação, e não no simples relato do que aconteceu.

[M de mulher]

Similar Articles

Acima