Você está aqui
Home > Gravidez e Bebê > Perguntas mais frequentes da mulher que quer ser mãe

Perguntas mais frequentes da mulher que quer ser mãe

Fallback Image

A manutenção de uma vida sadia exige uma série de cuidados e de atitudes preventivas, ainda mais quando o tema é saúde da mulher. Dúvidas não faltam e no consultório respondemos as perguntas mais comuns, que são freqüentes entre as pacientes que querem ser mães, as que acabaram de ter filhos e aquelas que não podem correr risco de engravidar. Quem sabe sua dúvida esteja entre essas?

É possível engravidar após os 35 anos? Existe algum risco para mãe ou para o bebe?

A partir dos 35 anos a mulher tem um decréscimo na sua reserva ovariana e, com isso, uma chance menor de engravidar naturalmente. Vale lembrar que hoje a medicina disponibiliza uma gama de tratamento que contribuem para que a gravidez tardia seja bem sucedida. Enquanto a mulher menstruar ela poderá engravidar.

Tomei a pílula do dia seguinte. Ainda posso estar grávida?

A pílula do dia seguinte deve ser tomada apenas em situações de emergência: quando houve falha de outro método ou quando há estupro. Na primeira hipótese, ela estará associada a outro anticoncepcional, como por exemplo, às pílulas diárias ou ao preservativo. Nesses casos, ela é mais eficaz. A pílula do dia seguinte só deve ser administrada uma vez por mês. Fique atenta, pois não existe método 100% seguro.

Há algum risco se o casal fizer sexo durante a gravidez?

Gravidez é saúde e o casal pode continuar a ter relações normalmente até que tenha algum impedimento clínico como, por exemplo, ameaça de abortamento, trabalho de parto prematuro, placenta baixa, infecção, dor. Mas isto será orientado pelo obstetra durante o pré-natal. Além disso, quando a mulher começar a ter dilatação o obstetra recomendará a suspensão das relações. Fique atenta: no final da gravidez algumas posições podem ser desconfortáveis para a mulher e o casal deve se adequar a melhor posição.

Tem algum problema usar anticoncepcional enquanto se está amamentando?

A melhor indicação anticoncepcional na fase de amamentação é o uso de progesterona, que não interfere no leite. As pílulas com estrogênio podem passar para a amamentação e assim o hormônio feminino chegará ao recém-nascido masculino.

Dra Denise Coimbra é ginecologista e obstetra – www.dradenisecoimbra.com.br

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: