Você está aqui
Home > Relacionamento > Relacionamento sem compromisso faz adultos agirem como adolescentes

Relacionamento sem compromisso faz adultos agirem como adolescentes

Fallback Image

Vira-e-mexe algumas pesquisas chegam para jogar um balde de água fria na liberdade de relacionamentos conquistada por muita gente. O estudo da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, “The Contexts of Sexual Involvement and Concurrent Sexual Partnerships” (Os Contextos do Envolvimento Sexual e de Relacionamentos Sexuais Simultâneos), é um bom exemplo. A análise diz que pessoas que mantêm relação amorosa e sexual sem compromisso podem se comportar como adolescentes, os chamados “amigos com benefícios” do sexo masculino têm mais relações sexuais eventuais, e os relacionamentos tendem a gerar conflitos entre outros resultados nem tão prazerosos.

O estudo se baseou em informações da vida de 783 pessoas heterossexuais coletadas durante um ano e aponta que o comportamento tende também a aumentar o risco de doenças sexualmente transmissíveis. Veja os principais pontos da pesquisa publicada na revista mensal “Perspectives on Sexual and Reproductive Health”.

1) O comportamento verificado nos adultos pesquisados foi semelhante ao de adolescentes em relação à falta de compromisso nos relacionamentos. Algo parecido com o “ficar”.

2) Homens são mais propensos a manter relações sexuais eventuais, enquanto as mulheres tendem a ter vários parceiros, ou seja, se relacionam com vários homens ao mesmo tempo de maneira estável.

3) A diferença na maneira de encarar a relação “amigo com benefícios” entre homens e mulheres pode levar a conflitos, mesmo não sendo uma relação monogâmica.

4) O estudo indica que múltiplos parceiros aumentam os riscos de contrair doenças sexualmente transmissíveis.

5) Manter relações sexuais logo da primeira semana é indicativo de que o relacionamento tem grandes chances de se tornar casual.

6) O estudo mostrou que mulheres que passam mais tempo na companhia dos pais têm menos parceiros sexuais.

7) Não é a relação em si que leva à não-monogamia, mas sim um dos parceiros que conduz o relacionamento para se tornar casual.

[Terra]

Similar Articles

Acima
%d blogueiros gostam disto: