Você está aqui
Home > Saúde > Perda auditiva na terceira idade

Perda auditiva na terceira idade

Fallback Image

Perder parte da audição na terceira idade é muito comum, pois o sistema auditivo tem sua função alterada com o processo de envelhecimento, mais conhecido como presbiacusia. Esse processo acontece lentamente e de forma progressiva. Primeiro, afeta a cóclea, órgão que faz parte do sistema auditivo, ou o nervo auditivo. No início, compromete a audição de sons agudos, podendo ser imperceptível neste estágio. Com a progressão, vem a dificuldade de compreensão. É possível ouvir, mas não compreender corretamente os sons.

A perda auditiva pode ter conseqüências psico sociais, favorecendo o isolamento, por conta da dificuldade de comunicação com as pessoas com quem convivem. Por conta do isolamento e da falta de atenção e diálogo com familiares e amigos, gerados pela dificuldade de ouvir, o idoso passa a se sentir constrangido, o que pode levá-lo a um quadro depressivo.

Segundo Maria do Carmo Branco, fonoaudióloga do Grupo Microsom – empresa de soluções auditivas do Brasil, o problema da surdez pode ser percebido por meio de alguns sintomas, como não entender o que as pessoas falam e zumbido no ouvido. “É comum que as sensações de tontura e vertigem estejam associadas aos problemas auditivos nas pessoas acima dos 60 anos. A consulta com um otorrinolaringologista e alguns exames audiológicos podem diagnosticar a perda auditiva e suas características, como o grau da deficiência. Uma vez concluído o diagnóstico recomenda-se, geralmente, a adaptação de aparelhos auditivos com acompanhamento de um profissional de fonoaudiologia”, explica Marica do Carmo.

A cantora Wilma Bentivegna, atualmente com 81 anos, é um exemplo de pessoa na terceira idade que vem perdendo a audição ao longo da vida. Wilma foi a primeira cantora a apresentar-se na extinta TV Tupi e, ao longo da carreira, participou de inúmeros filmes e programas de televisão, pelos quais recebeu muitos prêmios e reconhecimento nacional. Segundo ela, sua audição foi diminuindo aos poucos e ela apenas percebeu essa queda após um tratamento de eczema na orelha direita. “Notei a perda auditiva quando, além de não ouvir bem as pessoas falando, já não escutava também minha própria voz durante o canto”, explica Wilma.

Inicialmente, a audição da cantora foi afetada somente no ouvido direito. Porém, após alguns anos, o ouvido esquerdo também apresentou uma diminuição auditiva. Com a audição reduzida nos dois ouvidos, Wilma decidiu procurar um especialista para utilizar o aparelho auditivo. No início do tratamento, Wilma usou o aparelho auditivo somente no ouvido direito e, depois de alguns anos, também para o lado esquerdo. “Logo que comecei a usar o aparelho auditivo, percebi uma melhora significativa na audibilidade e compreensão de fala. Porém, usava apenas em um ouvido, o que não era suficiente para eu escutar perfeitamente. Então, optei em utilizar o equipamento dos dois lados”, afirma a cantora.

Desde o início do ano, Wilma usa um aparelho auditivo Unitron ELEMENT 4 INTRA-CANAL, comercializado pelo Grupo Microsom. A cantora afirma que, depois de utilizar as soluções auditivas, percebeu uma grande melhora na sua qualidade de vida. “Agora, consigo ouvir bem melhor a minha voz, não só quando canto como também ao conversar no dia-a-dia. Poder ouvir novamente é como nascer de novo. Para as pessoas que têm o mesmo problema que eu tive, recomendo que procurem ajuda e façam um teste para perceberem os benefícios que os aparelhos trazem ao idoso”, diz Wilma.

De acordo com a fonoaudióloga do Grupo Microsom, a solução para a maioria dos casos da presbiacusia está no uso de aparelhos auditivos. “Muitas pessoas ainda acreditam que o aparelho não traz muito benefício para aqueles que sofrem de perda auditiva, porque conhecem ou ouviram falar de alguém que não se adaptou ao uso. No entanto, a tecnologia digital atual tem trazido grandes avanços também para os aparelhos, que são desenvolvidos especialmente para auxiliar em situações comuns de conversação”, explica Maria do Carmo.

Similar Articles

0 thoughts on “Perda auditiva na terceira idade

  1. Pingback: Melhor Amiga
  2. olha,desde de julho que tenho um barulho esquisito no ouvido pois fiquei mt tempo na picina em caldas e acho que entrou agua.mas já tratei e nao deu nada.agora estou indo em caldas em dezembro e preciso comprar um aparelho para evitar que entre agua no ouvido.é mt caro,comoe onde posso comprar este aparelho.não tenho problema de audiçao,só kr usar p não entrar + agua

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acima