Você está aqui
Home > Relacionamento > Amor para toda vida

Amor para toda vida

Fallback Image

Manter uma relação duradoura e feliz não é tarefa fácil, mas, com dedicação, é possível

E eles viveram felizes para sempre… Para muita gente, essa frase é apenas o final de um conto de fadas. Porém, para vários casais, ela é a real tradução de um relacionamento estável e feliz. O segredo? Você descobre a seguir!

A dona de casa Maria Andrada, de 93 anos, é casada com o comerciante aposentado Jorge Andrada, de 95. Juntos há 71 anos, eles já passaram por muitas alegrias e tristezas, e nunca se separaram. “Quando casamos, fizemos um trato: nunca dormir brigados. Se a gente discute, tem que resolver antes de ir pra cama. Acho que se dormirmos com raiva, o problema aumenta. Aí, na manhã seguinte, fica mais difícil fazer as pazes”, ensina Dona Maria.

Segundo a psicanalista Tatiana Ades, membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise Integrativa, o diálogo é essencial para manter as relações. “Nada melhor do que sentar e conversar, falar sobre o problema com sinceridade. Depois de discutir, o casal consegue encontrar uma saída. E mesmo que alguém ceda, será em um ambiente de respeito e consideração”, afirma.

O segredo do advogado aposentado Osvaldo Nogueira, de 82 anos, para manter o casamento há mais de seis décadas é fugir da rotina e surpreender a pessoa amada. Seja no aniversário de casamento, no dia dos namorados ou simplesmente porque deu vontade, ele adora dar flores para sua esposa Regina, professora aposentada de 81 anos. “Quando recebo o buquê, volto a me sentir jovem e querida, como na época em que namorávamos”, conta.

Já para o médico aposentado Francisco Peixoto e sua esposa, a dona de casa Raquel Peixoto, ambos com 86 anos, o segredo do casamento que já dura 65 anos é a amizade e o respeito. “Construímos uma história juntos, que envolve filhos, netos e até bisnetos. Meu marido é meu companheiro e meu melhor amigo”, diz Raquel, toda feliz.

Para a psicanalista, um dos caminhos para o sucesso do relacionamento é evitar brigas. “Quando sentir vontade de brigar, saia do local e acalme-se. Brigar com a cabeça quente só piora a situação. Depois, mais calma, volte e converse”, orienta. Outra atitude fundamental: dialogar. “Saber ouvir e poder falar são essenciais”, aconselha Tatiana. Por fim, um alerta: não se acomode! “Mostre que, apesar de estarem juntos há tanto tempo, ainda existe muito a ser compartilhado. Surpreenda seu companheiro com uma viagem, flores, um jantar especial.”

Ao contrário do que muita gente pensa, o tempo nem sempre desgasta os relacionamentos. Muitas vezes, ele é capaz de solidificá-los, tornando-os estáveis e mais felizes a cada dia. Isso pode acontecer não só no casamento, mas também entre pais e filhos, avós e netos ou na relação do consumidor com seu produto de confiança, publicou o site Portal Vital.

Similar Articles

Acima