Você está aqui
Home > Atividade Fisica > Música alta em academias de ginástica pode causar danos à audição

Música alta em academias de ginástica pode causar danos à audição

Fallback Image

Verão chegando, hora de cuidar ainda mais do corpo para fazer bonito na praia, na piscina, na viagem de férias. Frequentar academias faz parte de uma rotina saudável, mas o que muitos não se dão conta é que junto com os resultados de um corpo enxuto, correm o risco de ter a audição comprometida. Especialistas dizem que o nosso ouvido tolera ruídos até 85 decibéis. Em muitas academias, o barulho pode chegar a 110 décibeis, por causa da música utilizada pelos professores para estimular seus alunos a malhar.

A grande preocupação é que a ‘Perda Auditiva Induzida por Ruído’ é cumulativa. “Dependendo da freqüência e do tempo de exposição ao som elevado, o atleta – e também o professor – pode sofrer danos auditivos de forma contínua e elevada ao longo da vida. Quanto maior a frequência a ambientes barulhentos, maior o problema. Além disso, na medida em que o volume passa dos 100 decibéis, aumenta o risco de lesões na cóclea (órgão dentro da orelha responsável pela audição). Nesses casos, o tempo de exposição não deve passar de 30 minutos”, explica a fonoaudióloga Isabela Gomes, da Telex Soluções Auditivas.

A academia de ginástica, um local destinado ao lazer e à saúde, contraditoriamente gera ruídos sonoros próprios de ambientes industriais, danosos à audição. Na indústria, o uso de protetores de ouvido é obrigatório entre os trabalhadores. No entanto, nas academias, muito frequentadas por jovens, não há fiscalização. O barulho em excesso é tolerável e até muito bem aceito.

As aulas de Spinning, por exemplo, que simulam trajetos de bicicleta em montanhas – e que são sucesso nas academias -, são sempre embaladas por música bem alta, para os freqüentadores entrarem no ritmo da malhação. Para piorar, os professores são obrigados a gritar a cada mudança de exercício, o que torna o barulho ainda maior.

Para evitar ou pelo menos atenuar os riscos de danos à audição, o melhor é usar protetores auriculares na academia. “Eles apenas reduzem o volume excessivo, mas quem usa não deixa de ouvir o som ambiente”, explica a fonoaudióloga. Os protetores comercializados pela Telex, por exemplo, são moldados de acordo com a anatomia do ouvido de cada pessoa; e podem ser feitos em dois modelos: o que diminui em 15 decibéis o barulho ambiente ou o outro tipo que reduz o som em 25 decibéis.

Isabela Gomes lembra, no entanto, que existem pessoas mais suscetíveis aos altos ruídos do que outras. “O ideal é consultar sempre um especialista e fazer uma avaliação. Ele dará as orientações necessárias para prevenir ou impedir o agravamento da perda de audição”, conclui a fonoaudióloga.

Similar Articles

0 thoughts on “Música alta em academias de ginástica pode causar danos à audição

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acima