Você está aqui
Home > Qualidade de Vida > Aprendendo a Amar

Aprendendo a Amar

Fallback Image

O título deste artigo pode parecer ao olhos de alguns um tanto quanto estranho. Muitas pessoas vão pensar: “Como assim ‘aprender a amar’?”.”Já nascemos sabendo amar…”

Em nossa cultura temos a ideia errônea de que amar é algo que já sabemos de nascença.

Eu acredito que sim, somos seres amorosos, somos o amor em manifestação e o amor flui através de nós e de nossas ações. Mas é justamente sobre isso que quero falar, somos o amor, possuímos o amor em nós mesmos, o amor está dentro de nós, mas é importante aprender a externalizar o amor que existe em você.

O ato de deixar o amor fluir e expressar nossa amorosidade, tanto em um relacionamento sensual quanto familiar, profissional e tantos outros, é uma arte.E como todas as artes, devemos sim levar em consideração o fator ‘dom’, mas existe também o fator ‘treino’, o artista deve estar sempre em constante aprimoramento e aprendizado. No esporte é assim também o atleta deve treinar sempre, e todos os dias se dedicar à melhoria da técnica.

Convido você a refletir sobre o assunto. Se em todas as outras áreas, nós devemos sempre estar em busca de crescimento, por que com o amor seria diferente?

Se um médico apenas fizer o curso de medicina e depois disso não mais estudar, certamente ele vai se tornar pouco capaz de exercer sua profissão, pois vários medicamentos surgem todos os dias e também novas doenças, sendo assim ele pode até se tornar muito perigoso.

Mas não quero me estender muito na argumentação de como é importante aprender a amar, acredito que você já entendeu a necessidade disso.

Minhas dicas para o sucesso no relacionamento conjugal:

– Não chegue a um relacionamento com pré-conceitos, carregado de ideias sobre “homem (ou mulher) é tudo igual”

– Não ache que a forma como seus pais se relacionam é a única forma de se relacionar. Mas se por acaso eles tinham um bom relacionamento aprenda com eles. E se não, aprenda também, sobre o que não fazer.

– Não fale mal de seu parceiro(a) para seus(as) amigos(as). Isso pode fazer com que cresça em você o mal hábito de só olhar os pontos negativos. Se precisar desabafar procure um profissional (um psicoterapeuta), será mais saudável.

– Todos nós temos defeitos e virtudes. Concentre-se nas virtudes do seu amado e os exalte, faça com ele(a) saiba que você gosta disso, isso fará com que ele(a) repita sempre o ato.

– Converse, converse, converse, converse,converse, sempre!

O diálogo é a base do bom relacionamento. Mas observe, nunca com o intuito de mudar a opinião do outro, e sempre com a intenção de mostrar o seu ponto de vista e entender o dele(a).

Enfim, existem várias dicas sobre como você pode melhorar a sua vida afetiva.

E acredite isso é muito bom, e fará sua vida mais feliz!!

Saiba que, para amar e amar bem, com maestria, você precisa se dedicar.

Leia sobre o assunto, faça cursos busque o conhecimento.

Para ter um bom relacionamento você deve:

Dedicar-se a si mesmo

Dedicar-se ao seu aprimoramento pessoal

Dedicar-se ao outro

Dedicar-se ao amor que os une

Ame!!!

[Pami Garcia]

Similar Articles

  • Marcelac Bm14

    obg

Acima
%d blogueiros gostam disto: